Em apresentação sobre recuperação de Abadiânia, presidente da Fecomércio indica realização de trabalhos em Minaçu

Para Marcelo Baiocchi situação da cidade desestabilizada pela saída da mineradora Sama, pode ser contornada a partir de ações das entidades

Foto: reprodução/ Silvio Simões

Abadiânia recebeu nesta semana representantes do Sistema S que apresentaram um mapeamento e diagnóstico empresarial da cidade, que passa por crise econômica após as denuncias contra o médium João de Deus.

Durante a apresentação do diagnóstico que ressaltou o papel das entidades presentes para a recuperação econômica do município, o presidente do Sistema Fecomércio/Sesc/Senac-GO, Marcelo Baiocchi, destacou ainda que outros municípios também podem receber apoio, e citou a cidade de Minaçu.

“Já falamos aqui, antecipadamente, que outros municípios precisam disso. A gente tem Minaçu, aonde a Sama interrompeu suas atividades, e a gente pode fazer um trabalho”, disse Marcelo Baiocchi, se referindo a mineradora que atuava no município.

Destacando que o Sesi e o Senai têm uma unidade em Minaçu, Baiocchi disse que é possível utilizar a estrutura da instituição para preparar a população para a possível chegada de uma nova empresa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.