Em Anápolis, menos de 30% dos idosos buscaram segunda dose da vacina contra Covid

Secretaria Municipal de Saúde alerta para a necessidade do reforço à primeira dose. “A data no cartão de vacina do idoso é o último prazo que ele tem para tomar a segunda dose. Quem perde o prazo, pode ter uma resposta vacinal reduzida”, explica a diretora de Vigilância em Saúde, Mirlene Garcia

Foto: Secom Anápolis

Mais de 8 mil idosos que receberam a primeira dose da vacina contra o coronavírus ainda não procuraram um dos pontos fixos de vacinação da cidade tomar a segunda dose do iunizante. A diretora de Vigilância em Saúde, Mirlene Garcia, enfatiza que o intervalo para a segunda dose começa a partir do 15º da aplicação da primeira.

“A data no cartão de vacina do idoso é o último prazo que ele tem para tomar a segunda dose. Quem perde o prazo, pode ter uma resposta vacinal reduzida”, diz ela, explicando que o período estabelecido é o que apresentou boa produção de anticorpos nos testes realizados durante a criação da vacina.

Outro fator que preocupa a Secretaria Municipal de Saúde são os idosos cadastrados no Zap da Vacina desde janeiro e que ainda não procuraram a rede para tomar a primeira dose.

Postos de vacinação

O município tem sete pontos fixos de vacinação que funcionam de segunda a sexta, das 8h às 16h. São as unidades básicas de saúde do JK, Anexo Itamaraty e Filostro Machado; Ginásio Internacional Newton de Faria; CMTT, Ginásio da UniEvangélica; e Banco de Leite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.