Em ações de fiscalização, profissionais sofrem agressões em bares do Rio de Janeiro

“A gente paga você, filho. O seu salário sai do meu bolso” disse cliente de bar que não seguiu regras de higiene e distanciamento para contenção da Covid-19

Foto: Reprodução | Reportagem do Fantástico.

A edição do Fantástico deste domingo, 5, mostrou uma ronda da Vigilância Sanitária no Rio de Janeiro e flagrou intimidações. Os fiscais disseram que um bar não seguiu regras de higiene e distanciamento para contenção da Covid-19 e dois clientes direcionaram ofensas aos profissionais.

“Não vai falar com seu chefe, não?” disse o cliente. “A gente paga você, filho. O seu salário sai do meu bolso” completou mulher dele.

O fiscal não reagiu às agressões verbais, apenas disse “tá, cidadão”, e a mulher do cliente seguiu com as ofensas. “Cidadão, não. Engenheiro civil, formado. Melhor do que você” disse.

Bares e restaurantes do Rio reabriram esta semana, após mais de três meses fechados. No entanto, muitos enxergaram reabertura como autorização para aglomer nas calçadas e circular sem máscara.

Uma resposta para “Em ações de fiscalização, profissionais sofrem agressões em bares do Rio de Janeiro”

  1. Engenheiro civil desinformado. Quanto a mulher, apresenta caráter deformado..

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.