Em Abu Dhabi, Marconi assina acordo para implantação de indústria de armas em Goiás

CEO da Caracal fechou acordo de investimento total de R$ 500 milhões para implantação de unidade operacional, que pode passar a funcionar em um prazo de 12 meses

Marconi e CEO da Caracal assinam protocolo de intenções para implantação da indústria em Goiás | Foto: Divulgação

o terceiro dia da Missão Comercial do Governo de Goiás no Oriente Médio, o governador Marconi Perillo (PSDB) e o CEO da Caracal Internacional, Hamad Salem Al Ameri, assinaram, em Abu Dhabi, o protocolo de intenções para a implantação de uma planta da companhia em Goiás.

Pelo acordo, a indústria, que fabrica armas de pequeno calibre, fará um investimento inicial de R$ 100 milhões na construção e início das operações da unidade no Estado, com geração de 600 empregos diretos.

“A assinatura deste protocolo de intenções com a Caracal Internacional é decisivo para a continuidade da diversificação da economia de Goiás e para a geração de empregos. Serão mais 600 empregos diretos na primeira fase de instalação da unidade”, afirmou Marconi. Com a consolidação das operações de produção, a Caracal Internacional fará investimento de R$ 500 milhões na unidade de Goiás, que será a maior do mundo e a primeira instalada no Brasil.

A Caracal tem fábricas na Alemanha e nos Estados Unidos., com sede em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos. A empresa é líder na região e detentora de linha completa de produção, do design à montagem de armas. O protocolo assinado entre os governos de Goiás e de Abu Dhabi prevê a transferência desta tecnologia.

As tratativas para a implantação da indústria em Goiás começaram no ano passado, quando o vice-governador e então secretário de Segurança Pública e Administração Penitenciária, José Eliton (PSDB), esteve em Abu Dhabi para conhecer a proposta de investimentos da Caracal em Goiás.

Participaram da assinatura do protocolo de intenções entre o Governo de Goiás e a Caracal Internacional, o secretário de Assuntos Internacionais do Governo de Goiás, Isanulfo de Abreu Cordeiro, e o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, José Vitti, além de empresários goianos que compõem a delegação goiana.

A Caracal é dedicada à produção de armamentos e munições exclusivas para as forças de segurança pública do Brasil e com atenção voltada para o mercado da América Latina. Ela está planejada para entrar em funcionamento em aproximadamente 12 meses a partir da celebração do acordo em Abu Dhabi.

 

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.