Eliton sai em defesa de igualdade de oportunidades para mulheres no governo e na política

Para o governador, no atual momento histórico nacional, é importante estabelecer processos que garantam a todos as mesmas chances

Divulgação

Em entrevista à Interativa FM nesta quinta-feira (9/8) , o governador José Eliton (PSDB) falou sobre a importância da igualdade de oportunidades para homens e mulheres na vida profissional, no governo e na política. O governador citou a composição de sua chapa, que é a única que tem duas mulheres, portanto, ocupando a metade dela, com a candidata a vice-governadora, Raquel Teixeira (PSDB) e Lúcia Vânia (PSB), concorrendo novamente ao Senado.

José Eliton observou que este tema exige a reflexão de todos os brasileiros, já que ainda há, atualmente, traços de uma cultura que se originou no passado de uma sociedade baseada no machismo e coronelismo. “Somos todos absolutamente iguais. Podemos ser diferentes por fora, seja na cor da pele, seja nas opções que fazemos durante nossa vida, mas temos as mesmas capacidades”, disse.

Para o governador, no atual momento histórico nacional, é importante estabelecer processos que garantam a todos a oportunidade, independentemente de ser homem ou mulher.

“Quando escolhemos a professora Raquel é claro que pesou o fato dela ser mulher, mas não foi este o elemento fundamental da escolha: foi sua capacidade. Raquel é uma mulher extremamente preparada, que tem na sua biografia toda uma trajetória de servir, especialmente no que diz respeito a área da Educação. Então, tem credenciais que a habilitam para ser uma grande gestora”, citou.

“Da mesma forma a Lúcia Vânia, que foi primeira-dama do estado, uma das primeiras deputadas federais, a primeira senadora por Goiás. Uma mulher que tem uma vida toda de serviços prestados ao estado”, disse.

José Eliton também destacou o espaço expressivo que o governo dá para mulheres na administração, notadamente no primeiro escalão. Citou alguns exemplos: a presidente da Metrobus, Daniela Machado Malaspina Lima; a presidente da Goiasprev, Marlene Alves de Carvalho e Vieira; e a presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa (Fapeg), Maria Zaira Turchi.

Deixe um comentário

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.