Elias Vaz diz que Bolsonaro quer esconder gasto de R$14 milhões no cartão corporativo

“A sociedade tem o direito de saber. Quem não deve, não teme, Bolsonaro”, cobrou o parlamentar

Elias Vaz (PSB) | Foto: Reprodução

Durante sessão da Câmara dos Deputados, nesta semana, Elias Vaz (PSB) cobrou coerência do presidente da República sobre o uso do cartão corporativo. Segundo o parlamentar, Jair Bolsonaro quer esconder gasto de R$14 milhões, o que seria uma “incoerência”.

Vaz diz que o PSL, ligado ao presidente, não apresenta relatório para o Projeto de Fiscalização e Controle, que está na Comissão de Fiscalização e Controle. Ele atenta para o fato de que a presidência da Comissão, que está na mãos do mineiro Leo Mota, assumiu a relatoria e não apresenta o relatório.

“Presidente Bolsonaro, a sociedade tem o direito de saber com o que está gastando R$ 14 milhões”, cobrou. “Se o senhor está falando que está gastando de forma correta deixa a população saber. Queremos que isso seja auditado pelo Tribunal de Contas. Sabemos que não se trata de segurança. Ele que tanto criticava outros presidentes faz o mesmo. Quem não deve não teme, Bolsonaro”, bradou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.