Eleitores goianos ainda estão confusos com ordem de votação em 2018

Uma lei aprovada em 2014 determinou que a ordem de votação mudasse no pleito deste ano

Foto: Reprodução

A ordem de votação na urna eletrônica mudou neste ano. Em 2014, votava-se primeiro em deputado estadual, depois em deputado federal, então, em senador, governador e presidente. No pleito de 2018, a ordem dos primeiros cargos foi invertida – primeiro vota-se no deputado federal e, então, no estadual. O Jornal Opção foi às ruas perguntar para as pessoas se elas já sabem qual sequência devem seguir neste ano.

Andreia Luiza da Fonseca, 33 anos, professora de ensino fundamental na rede pública, contou que ainda não sabe qual a ordem. Também era o caso da vendedora Enilza Godói de Barros, 49 anos. Já a aposentada Maria Amélia das Graças, 69, disse que estava tudo sob controle, porque tinha em casa as instruções da eleição passada e ficou surpresa quando informamos que a ordem da eleição passada já não valia mais.

A recepcionista Aline Cristina, 27 anos, arriscou uma sequência: “Só sei que o primeiro é presidente e depois deputado estadual, o resto eu não sei”. Já os funcionários de uma rede de supermercado Ruy Sousa e Janilson da Costa arriscaram uma ordem mais precisa, mas acertaram na sequência antiga, seguindo a lógica de que o voto começaria pelo número mais comprido e terminaria com o de menos algarismos.

As outras pessoas entrevistadas disseram não ter ideia de qual seria a ordem de votação. A sequência deste ano é:

Deputado Federal: 4 dígitos

Deputado Estadual: 5 dígitos

Primeiro Senador: 3 dígitos

Segundo Senador: 3 dígitos

Governador: 2 dígitos

Presidente: 2 dígitos

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.