Eleições deste ano já têm dois debates marcados

Primeira semana de agosto abre temporada de discussões eleitorais promovidas por TVs e rádios. Agendas para o segundo turno também foram divulgadas

Para os representantes ao governo estadual, o primeiro debate está marcado para dia 23 de agosto e nos locais onde ocorrer segundo turno o encontro será no dia 18 de outubro | Foto: Divulgação

A primeira semana de agosto abrirá a temporada de debates das eleições 2022. Até agora, dois veículos já confirmaram que vão promover discussões entre os candidatos deste ano: a CNN Brasil e a Jovem Pam. A TV agendou o debate para o dia 6 de agosto e, em caso de segundo turno para eleições presidenciais, haverá outro no dia 3 de outubro. Já a rádio escolheu os dias 09 de agosto e 11 de outubro para os debates presidenciais em primeiro e segundo turnos, respectivamente.

A CNN promoverá o primeiro debate nacional entre os candidatos ao Palácio do Planalto, visto que o evento ocorrerá logo após o encerramento do prazo para as convenções, quando os partidos escolhem os representantes para concorrer às eleições. O segundo debate acontecerá um dia após a votação do primeiro turno. Em ambos, o palco das discussões será o Teatro Fecomércio, em São Paulo. As datas foram definidas durante reunião com representantes de MDB, Podemos, PSDB, PSD, PT e PDT.

O formato seguirá o modelo da CNN dos Estados Unidos, no qual os candidatos respondem a perguntas feitas pelo moderador e, depois, discutem sobre o tema com mais profundidade. O canal vai usar, ainda, a estrutura multiplataforma para que os dois debates cheguem ao público em tempo real, com a publicação do conteúdo no site e nas redes sociais. A emissora opera no Brasil desde março de 2020.

Regionais

Já o grupo Jovem Pan, além dos debates presidenciais, promoverá discussões regionais. Para os representantes ao governo estadual, o primeiro debate está marcado para dia 23 de agosto e, se houver segundo turno, o encontro será no dia 18 de outubro. Segundo a rádio, todos os candidatos terão espaço para entrevistas nos jornais da emissora, além de cobertura exclusiva no Jornal da Manhã e nos principais noticiários da programação.

O acompanhamento diário também será realizado pelas emissoras de TV, rádio, plataformas digitais e Panflix.  “A Jovem Pan vai dar espaço para que os candidatos divulguem suas propostas de governo e os eleitores possam se decidir. Tanto no formato debate, como entrevistas, podcasts e artigos no portal. Nosso compromisso é com o debate de ideias e o futuro do Brasil “, disse Humberto Candil, diretor de jornalismo da emissora.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.