Eleição MP: cresce tendência de Benedito Torres ser mais votado para PGJ

Historicamente o procurador vigente recebe mais votos dos promotores. Resta saber quem Caiado irá escolher

Foto: André Costa

Nos bastidores da eleição da Procuradoria-Geral de Justiça, comenta-se que, apesar da imprevisibilidade do resultado, a tendência do atual ocupante do cargo, Benedito Torres, ser o mais votado pela categoria cresce. Os promotores escolhem, nesta sexta, 8, uma lista tríplice que será entregue ao governador, que dirá quem será o próximo procurador-geral.

De forma atípica, a eleição deste ano conta com nove candidatos. O máximo que o Ministério Público já teve em pleitos passados foram seis postulantes. Por isso os promotores se veem em tarefa difícil ao tentarem apontar um favorito geral. Apesar do número grande, alguns candidatos têm convergência de ideias e isso foi inclusive criticado no processo.

O próprio Benedito se dispõe à recolocação no posto, mas outros dois nomes que disputam formam uma espécie de “chapa” com ele, aumentando as chances de um dos três compor a lista tríplice e ser escolhido por Ronaldo Caiado (DEM). Opositores, como o polêmico Fernando Krebs, chegaram a dizer que isso seria uma tentativa de pulverizar a eleição. Outros colegas consideram isso parte do processo democrático.

Por falar em Krebs, ele, como outros candidatos, têm seus nomes conhecidos por se posicionarem em redes sociais e por terem atuado contra integrantes dos governos do PSDB. Por outro lado, há quem, inclusive, coloque Benedito, como “aliado” do ex-governador Marconi Perillo.

Essa dualidade quase espelhada da eleição para governador em 2018 é duramente criticada por promotores, que consideram preocupante atrelar pleito de um órgão de justiça com ideologias partidárias e afirmam, com certeza, que isso não ocorre de forma clara.

Sobre a escolha do governador uma fonte disse que a categoria espera que a lista tríplice, composta pelos mais bem votados, seja respeitada, pois faz parte de um processo constitucional democrático.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.