Educação vai às ruas contra o corte de verbas nas universidades e institutos federais

Em Goiânia, será realizada uma assembleia na Praça Universitária, em seguida grupo segue para a Praça Cívica

Foto: Reprodução

Nesta quarta-feira, 15, estudantes, docentes, trabalhadores da educação e membros da sociedade civil de todo o país organizam atos contra o corte de verbas nas universidades e institutos federais.

Em Goiânia, o diretórios centrais de Estudantes da Universidade Federal de Goiás e do Instituto Federal de Goiás, em conjunto com os sindicatos da educação organizam uma assembleia na Praça Universitária, partir das 13h, e em seguida realizam Ato Nacional em Defesa da Educação e da Universidade Pública na Praça Cívica.

O Ato Nacional é uma resposta ao anúncio de um corte de 30% no orçamento das universidades e institutos federais. Inicialmente, o corte seria direcionado à UFF, UnB e UFBA, com argumentação de que essas universidades são locais de balbúrdia, de eventos inúteis e que organizam eventos “partidários” desperdiçando dinheiro público com tais atividades.

A Federação Autônoma dos Trabalhadores (FAT) também convocou os trabalhadores da Educação e estudantes, especialmente os trabalhadores mais pobres (terceirizados, contratados, professores temporários, secundaristas da periferia, estudantes cotistas etc.) para construírem o Bloco Autônomo para o Ato Nacional em Goiânia, previsto para ocorrer por volta das 15h, na Praça Cívica.

A Dia Nacional de Luta em defesa da educação e das aposentadorias também é contra a reforma da Previdência, que afeta milhões de trabalhadores.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.