Eduardo Costa é investigado por fraude em negociação milionária

Mansão avaliada em R$ 6 milhões vem sendo investigada pelo Ministério Público desde 2013, por ter sido construída em área de preservação permanente

Eduardo Costa | Foto: Reprodução/Instagram

O cantor de música sertaneja Eduardo Costa está sendo investigado pela polícia por suspeita de estelionato. A denúncia, feita pelo SBT Brasil, mostrou que motivo seria uma negociação imobiliária.

Conforme um documento, o cantor teria adquirido uma casa na região da Pampulha, em Belo Horizonte, por R$ 9 milhões. Como pagamento, Eduardo deu R$ 2 milhões em espécie, e quitou o restante com bens de luxo, incluindo outro imóvel.

O problema é que este outro imóvel, uma mansão avaliada em R$ 6 milhões, vem sendo investigada pelo Ministério Público desde 2013 por ter sido construída em área de preservação permanente. A casa fica situada no sul de Minas Gerais, às margens do lago Furnas, na cidade de Capitólio.

Segundo o boletim de ocorrência, o cantor teria escondido as informações dos novos donos da mansão, que por sua vez processaram o cantor e pediram anulação de contrato na Justiça, além de R$ 10 mil por danos morais.

A assessoria do cantor afirmou à emissora de TV que as acusações são falsas. Eduardo ainda não foi contatado pela polícia por conta da agenda lotada de shows. No entanto, ele deverá ser notificado em breve.

Uma resposta para “Eduardo Costa é investigado por fraude em negociação milionária”

  1. Avatar Jorge Luiz disse:

    Eliana vai socorrer o anão ? Vc já sabia né.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.