Eduardo Bolsonaro e ministra Tereza Cristina testam positivo para Covid-19

Filho do presidente Jair Messias Bolsonaro (sem partido) havia feito um teste para a detecção da doença quando ainda estava em Nova York e nada havia sido confirmado. Tereza Cristina ,Ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, usou suas redes sociais para informar que havia contraído o vírus e que precisaria cancelar todos os seus compromissos

Ministra Tereza Cristina e deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) contraíram a Covid-19.

O deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) confirmou na manhã desta sexta-feira, 24, ter contraído a Covid-19. De acordo com o parlamentar, ele teria feito um exame para a detecção do vírus quando ainda estava em Nova York, integrando a comitiva que acompanhou o presidente Bolsonaro (sem partido) durante a realização da Assembleia Geral da ONU. 

Eduardo tomou a primeira dose do imunizante da Pfizer em agosto e ainda aguarda para tomar a segunda. O filho de Jair Messias afirmou que tanto o seu caso quanto o do ministro da Saúde, Marcelo Queiroga – que também contraiu o coronavírus recentemente – são exemplos de que o chamado “passaporte sanitário” não é uma medida eficaz, uma vez que, nas palavras de Eduardo, “Em Nova York deu negativo, aqui no Brasil 2 dias depois positivou”. 

Por sua vez, Tereza Cristina, ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, se manifestou em suas redes sociais afirmando ter testado positivo para a Covid-19. Ela disse também que está bem, que no momento está cumprindo o isolamento e que todos os seus compromissos já foram desmarcados.

Uma resposta para “Eduardo Bolsonaro e ministra Tereza Cristina testam positivo para Covid-19”

  1. Avatar Semi de souza pinto disse:

    Referido artigo que faz referências ao fato de tanto o deputado ferlderal Eduardo bolsonaro, quanto a ministra da agricultura pecuaria e abastecimento , Tereza Christina, terem testados positivos aqui no Brasil, embora referidos testes tenham sido realizados nos EUA e lá o resultado foi negativo é a prova cabal e inconteste de que a exigência desse passaporte sanitário é muito mais um guerra de narrativas e uma estupidez política, do que efetivamente uma medida sanitária eficaz. Além do que é uma verdadeira afronta e desrespeito aos direitos de liberdade dos cidadãos brasileiros, direitos esses que são cláusula pátria na Constituição Federal. Ora, já passou da hora dessas abutres defensores dessas barbáries serem barrados pela justiça brasileira ou se sem respaldo aqui, pelas cortes internacionais de defesa aos direitos dos cidadãos, conforme preceitua a carta dos dis direitos dos cidadãos, na carta internacional dos direitos humanos publ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.