Economista Ana Carla Abrão Costa é a nova secretária da Fazenda

Filha da senadora Lúcia Vânia (PSDB) e do ex-governador e colunista do Jornal Opção, Irapuan Costa Júnior, ela foi anunciada por Marconi no Palácio Pedro Ludovico Teixeira

Alexandre Parrode Marcelo Gouveia

*Atualizada às 17h05

Foi anunciado, nesta terça-feira (16/12), o segundo nome do secretariado da próxima gestão do governador Marconi Perillo (PSDB). A economista Ana Carla Abrão Costa assumirá, a partir do dia 1º de janeiro de 2014, a secretaria da Fazenda. O anúncio foi realizado no Palácio Pedro Ludovico Teixeira.

Filha da senadora Lúcia Vânia (PSDB) e do ex-governador e colunista do Jornal Opção, Irapuan Costa Júnior, Ana Carla morava em São Paulo, onde trabalhava na diretoria do Itaú Unibanco, e foi convidada pelo tucano único e exclusivamente por “seu currículo, competência técnica e influência na área da Economia nacional”, assim como pontuou o tucano durante solenidade.

Ana Carla, que mora há 35 anos em São Paulo, disse que, além de sua capacitação técnica, o amor pelo Estado de Goiás foi uma das principais razões para que aceitasse o convite feito pelo governador Marconi Perillo. “Além de economista, que me credenciaria para o cargo, tenho o orgulho de poder voltar para Goiás e contribuir para este projeto, que é a inserção cada vez maior do Estado de Goiás no cenário nacional”, pontuou.

Ela aproveitou o ensejo para exaltar o trabalho do atual comandante da pasta. “Ao chegar, preciso ter muita cautela e humildade. Quero fazer um excelente trabalho e com certeza o José Taveira irá me ajudar muito”, finalizou.

Primeira mulher a assumir o comando da pasta, a nova titular disse também que pretende contribuir para que o Estado “continue” empenhado na busca pela eficiência fiscal, a fim de garantir a manutenção de crescimento da máquina governamental goiana, que, em termos econômicos, tem desempenho superior ao registrado em nível nacional.

Quanto às metas que pretende assumir a partir de 2015 ao assumir a secretaria, Ana Carla frisou que a palavra de ordem será a “eficiência”. “E eficiência significa gastar bem, arrecadar bem e, portanto, ser capaz de viver dentro de uma conta que nos permita que cada real arrecadado seja gasto da melhor forma possível.”

Questões nacionais 

“Definitivamente, os próximos anos não serão fáceis”, avaliou a nova secretária ao ser questionada sobre a crise nacional financeira anunciada para os anos vindouros. Em sua avaliação, Goiás apresenta hoje condições mais favoráveis à situação nacional, e, portanto, em sua gestão frente à secretária da Fazenda, pretende fazer com que o Estado continue na “trilha de crescimento”.

Ana Carla também comentou sobre a proximidade que mantém com Joaquim Levy, anunciado recentemente pela presidente Dilma Rousseff (PT) como o novo ministro da Fazenda. Para a economista, a “familiaridade técnica” permitirá um trabalho ainda mais positivo para o Estado goiano. “Não tenho a menor dúvida que essa relação será positiva”, disse, explicando que a interlocução entre as pastas será facilitada.

Currículo

Formada na Universidade de Brasília (UnB), a futura secretária da Fazenda tem mestrado e doutorado pela Fundação Getúlio Vargas, tendo feito parte do departamento de pesquisas do Banco Central, na capital paulista. Ela tem quatro filhos.

Secretariado

A economista Ana Carla Abrão Costa é o segundo nome anunciado pelo governador Marconi Perillo (PSDB) para uma das dez supersecretarias do próximo governo. O primeiro deles foi o vice-governador reeleito José Eliton (PP) para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Científico, Tecnológico e da Agricultura. A gestão tucana tem até o dia 31 de dezembro para apresentar o restante do novo secretariado.

6 respostas para “Economista Ana Carla Abrão Costa é a nova secretária da Fazenda”

  1. Avatar anesio junior disse:

    Não discuto a competência de Ana Costa. Mas ela seria indicada se não fosse filha de Lucia Vânia?

    • Avatar Luiz Augusto Chein disse:

      Há uma série de fatores que determinam uma escolha, sendo fundamental a competência. E se ela é competente, importa quem sejam seus pais? E se a mãe tem demonstrado sua competência no Senado, melhor ainda, pois “quem sai aos seus não degenera”! Não a conheço, mas seu currículo a faz merecedora do convite.

  2. Avatar Luiz Augusto Chein disse:

    Há uma série de fatores que determinam uma escolha, sendo fundamental a competência. E se ela é competente, importa quem sejam seus pais? E se a mãe tem demonstrado sua competência no Senado, melhor ainda, pois “quem sai aos seus não degenera”! Não a conheço, mas seu currículo a faz merecedora do convite.

  3. Avatar Marco Antônio Reis Júnior disse:

    Parabéns Governador Marconi, acho que a escolha mais acertada para a pasta! Creio EU, amém!

  4. Avatar ROSANGELA MAGALHAES DE ALMEIDA disse:

    Ontem tive três boas notícias. Uma mulher no comando da Secretaria da Fazenda de Goiás (Ana Carla Abrão Costa), uma mulher na direção da Escola de Direito e Relações Internacionais da PUC-GO (Maria Nívea Taveira, professora de Direito do Trabalho e irmã de José Taveira) e outra mulher na Coordenação do Curso de Direito da PUC (Neire Mendonça, professora de Direito Civil, há mais de 20 anos na instituição). Todas pelos seus currículos, competência e dedicação na profissão. Nenhuma “cotista”. Há mulheres extremamente preparadas, felizmente começam a ser reconhecidas. Sucesso e sorte a todas elas. Rosangela Magalhães de Almeida, professora da PUC-GO, da UNIP e advogada.([email protected])

  5. Avatar ALUISIO BLACK disse:

    O GOVERNADOR DE GOIAS DR MARCONI PERILLO FOI ILUMINADO NA ESCOLHA DE COMPETENTE SRª ANA COSTA… A FRENTE DE ARTICU
    LAÇÃO POLITICA AFRO BRASILEIRA PARABENIZA ESTA GRANDE INICIATIVA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.