Economia da Alego nos últimos dois anos foi de R$ 25 milhões

O valor corresponde ao percentual de corte de 20% do custeio da estrutura da Alego. Deste total, R$ 10 milhões foi repassado ao Estado para enfrentar a pandemia

Presidente da Alego, Lissauer Vieira destacou que a economia foi positiva para o parlamengo goiano| Foto: Divulgação

Durante o primeiro biênio da atual legislatura na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego), sob a gestão de Lissauer Vieira (PSB), a Casa economizou pouco mais de R$ 25 milhões. Em 2019, houve economia de R$ 10 milhões, enquanto em 2020 foram economizados R$ 15 milhões. O valor corresponde ao percentual de corte de 20% do custeio da estrutura da Alego. 

Presidente da casa, Lissauer Vieira destacou o destino que recebeu a verba economizada em 2019. Os R$ 10 milhões foram repassados ao Estado para as medidas de enfrentamento da pandemia em Goiás. O deputado também destacou que essa economia foi positiva para o parlamento goiano. 

Entre as medidas que foram tomadas para a redução de custos na Casa, estão a suspensão de novas obras e reformas no prédio atual da Alego, exceto as obras de manutenção preventiva e corretiva, além das obras emergenciais, a racionalização do consumo de água, energia elétrica, telefonia (fixa e móvel) e serviços de postagem, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.