“É um processo viciado e irregular”, diz Vitti ao tentar barrar licitação de placas

Implantação de placas padrão Mercosul visa unificar e integrar identificação de veículos em países-membros do Mercado Comum do Sul (Brasil, Argentina, Paraguai e Uruguai)

José Vitti (PSDB) | Foto: Fernando Leite/Jornal Opção

O presidente da Assembleia Legislativa, José Vitti (PSDB), se posicionou contra a implantação da nova placa no padrão Mercosul no Estado de Goiás, durante sessão plenária realizada na tarde desta terça-feira (20/11), na Assembleia Legislativa de Goiás. “É um processo é totalmente viciado e descumpre as normas do Denatran”, disse.

Ao cobrar transparência no processo licitatório, o deputado apresentou o decreto n° 5057/18, da Mesa Diretora que susta o edital do Detran/GO que tem por interesse a contratação de empresa para a finalidade de fabricar placas padrão Mercosul no Estado. O documento também torna sem efeito todos os atos administrativos que tiverem por objetivo a contratação de empresa com esta finalidade.

De acordo com o deputado, que já usou a tribuna outras vezes para abordar esse assunto, o processo não tem condições de ir adiante. “Fui procurado por pequenos empresários, sub empreitados para essa tarefa, que me trouxeram dados que realmente nos levam a crer que o processo tenha algo suspeito. Afinal, existe uma recomendação do Tribunal de Contas do Estado (TCE) de forma contrária ao processo, além do Ministério Público e da Assembleia que estão questionando e pedindo transparência no processo. Mas, ainda sim o Detran continua insistindo nessa licitação”, afirmou.

Vitti ressaltou que o momento que o país atravessa, de crise econômica, não é ideal para que se obrigue o cidadão a ter mais gastos, principalmente, visto que a data limite para as trocas dessas placas é em 2022.

“Em um momento desses que estamos vivendo, querer que o cidadão troque todas as placas de seus veículos já é falta de discernimento, pior ainda, quando o processo está envolto em várias suspeitas. Precisamos ter transparência nesse processo. É uma questão de bom senso, o próximo Governador já se posicionou contrário e aqui na Casa nós vamos apresentar um projeto revogando aquela lei, que foi aprovada por este Poder. Precisamos assegurar e garantir absoluta transparência nesse processo e, posteriormente, nesse serviço para a população. É importante darmos as mãos e juntos buscarmos o melhor para a população”, frisou.

O deputado Simeyzon Silveira (PSD) também subiu à para se posicionar contra o processo licitatório do Detran. “Acho muito importante a luta, pois sabemos o tamanho dessa briga. Eu tive o prazer de ser o relator da matéria que tratava sobre esta questão. Acredito que essa é uma das grandes lutas que a Casa encampa para até o final dessa legislatura”, ressaltou o deputado Simeyzon.

A reportagem entrou em com o Detran-GO, porém o órgão respondeu que irá enviar uma nota resposta apenas nesta quarta-feira (21).

1 Comment threads
3 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
4 Comment authors

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

evandro

parabéns…!!! esperamos que outros estados tambem revoguem ésta portaria…
pois está visível o direcionamento e porque tanta rapidez que inicie este processo em Dezembro……sendo que o governo federal já pronunciou a contrariedade dizendo que em janeiro colocará um ponto final nisso tudo….fica a dúvida…?

claudio

Infelizmente as pessoas não tem informação sobre o porque da implantação da placa do Mercosul , o principal motivo é a segurança que a nova placa vai trazer,hoje existem estados no Brasil onde placas são feitas em baixo de tapados ,sem o minimo controle do estado ,facilitando a clonagem de veículos ,com a nova placa é impossível a produção fora de um ambiente controlado , alem do mais as sequencias numéricas no Brasil estão acabando , temos sequencias para no máximo dois anos , portanto a implantação é muito necessária , mas é claro de uma maneira transparente, para que… Leia mais

KATCILENE LIMA MESQUITA

A resolução é simples… implementação do porte de placa, como é em outros países… o controle se tornaria melhor se essa for a desculpa

jose roberto pessoa

kkkkk,esse deve ser um dos donos damultinacional q qer tomar de conta do comercio de placas