“É preciso ter coragem para fazer a Reforma da Previdência”, afirma Marconi

Em entrevista, governador diz que estados não conseguem sustentar uma pessoa que se aposenta aos 47 anos de idade, pois “o déficit só vai crescendo”

As reformas estruturantes, especialmente a da Previdência, são fundamentais para o desenvolvimento do país e a retomada do crescimento econômico a médio e a longo prazos. A afirmação foi dada nesta sexta-feira (17/3) pelo governador Marconi Perillo (PSDB), em entrevista à Rádio Bons Ventos (107,3 FM).

“Está tudo errado. É preciso mudar. O pobre, o trabalhador não pode pagar a conta dos déficits por causa de políticas erradas. É preciso ter coragem. Muita gente faz demagogia defendendo algumas categorias, mas se esquece que isso está prejudicando o conjunto dos brasileiros”, disse Marconi na entrevista.

De acordo com o governador, os estados vivem um ciclo de déficit em virtude da previdência vigente. Segundo ele, é necessário que os deputados federais e senadores aprovem a reforma previdenciária e atendam os interesses da “grande esmagadora” maioria da população brasileira.

“Nós não podemos nos dar ao luxo de vir as pessoas se aposentando com 47 anos de idade, recebendo do poder público, da previdência, cerca de R$ 30 mil ou R$ 40 mil por mês. Uma pessoa que se aposenta aos 48 anos de idade vai viver até seus 90 anos e o governo e o povo vão continuar pagando a aposentadoria dessa pessoa por mais 40 ou 50 anos. Então, essas medidas são fundamentais se quisermos ver um ciclo de prosperidade no país”, disse.

O governador comentou ainda temas relacionados à gestão das Organizações Sociais na Educação, à privatização da Celg, à retomada do crescimento econômico brasileiro, às obras em andamento no Estado, ao pagamento adiantado dos servidores públicos, entre outros assuntos.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.