“É pouco provável que ele se entregue hoje”, diz advogado sobre João de Deus

Vice-presidente da OAB-GO diz que melhor opção para médium, neste momento, é se entregar

Foto: Divulgação

O advogado Thales Jayme, que é vice-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seção Goiás (OAB-GO), amigo de João Teixeira de Faria, o João de Deus, e advogado dele em outros processos disse ao Jornal Opção que acha pouco provável que o médium se entregue neste sábado, 15.

Thales disse que o último contato que teve com João de Deus foi na sexta-feira, 14, quando havia uma perspectiva dele se entregar a polícia. O médium teve pedido de prisão preventiva acatado pela Justiça na manhã de sexta-feira, 14.

Entretanto, ele ainda não apareceu e já é considerado foragido pela Polícia Civil de Goiás e pelo Ministério Público do Estado de Goiás. O vice-presidente da OAB-GO disse que esteve, neste sábado, 15, em Anápolis e Abadiânia, mas não encontrou João de Deus e não sabe onde ele pode estar.

Ele ainda defendeu que, neste momento, cabe à justiça julgar se a prisão preventiva é válida ou não. “Ainda não há uma sentença, ele é apenas investigado, ele pode se apresentar e logo depois conseguir um Habeas Corpus e responder ao processo em liberdade”, afirmou o advogado, que disse que a melhor opção para o médium é se entregar. “Ou ele é preso ou continua foragido, não há outra opção neste momento”, disse.

O advogado também afirmou que esse status de foragido pode prejudicar João de Deus no julgamento e, por isso, havia aconselhado o médium a se entregar. “Ele merece, ainda, o benefício da dúvida, não tem nada provado”, explicou, defendendo que a chance dele responder em liberdade seria grande caso se apresentasse.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.