“É muita terra para pouco índio”, diz Bolsonaro ao anunciar que vai rever demarcações

Presidente suspeita que haja irregularidades nas concessões de terras feitas pelos governos anteriores

O Presidente Jair Bolsonaro / Foto: Reprodução

“Eu, não sendo obrigado, não tem mais reserva indígena no Brasil”, afirmou o presidente Jair Bolsonaro (PSL) nesta sexta-feira, 30, ao reiterar seu compromisso de rever as demarcações feitas pelos governos anteriores.

Bolsonaro suspeita que haja irregularidades nas concessões feitas em outras gestões e argumenta que existem, atualmente, 400 pedidos de demarcações de terras em andamento.

O presidente falou ainda sobre a “indústria” da demarcação iniciada no final da gestão do ex-presidente José Sarney. E finalizou: “O índio hoje em dia quer se integrar à sociedade. Ninguém está fazendo nenhuma maldade”.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.