Duas barragens se rompem em Goiás e mais de 7 toneladas de peixes são mortos

Acidente ocorreu dez dias após rompimento de barragem na GO-070, entre Itaberaí e Itauçu. Água atingiu fazendas vizinhas e responsáveis ainda não foram identificados

Dez dias depois de a água de uma barragem que se rompeu destruir uma parte da GO-070, um novo acidente envolvendo outras duas barragens causou estragos nesta quarta-feira (3/3) no sudoeste do Estado. A estimativa é que sete toneladas de peixes tenham sido mortos com a força da água, que atingiu fazendas vizinhas. Uma delas, que registrou o maior dano ambiental, com 4 toneladas de animais mortos, tinha um pesque-pague.

As represas ficavam na zona rural de Santa Helena de Goiás e ficaram comprometidas depois de fortes chuvas. O Corpo de Bombeiros já vistoriou preliminarmente as barragens e, assim que concluir o relatório, enviará as informações sobre danos ao Ministério Público, à Defesa Civil e à Prefeitura de Santa Helena de Goiás.

Ainda não se sabe quem são os responsáveis pelo rompimento desta quarta-feira. Segundo o Corpo de Bombeiros de Santa Helena, um equipe estará no local durante todo o dia para levantar mais informações sobre o acidente. Ainda não há maiores informações sobre o tamanho do estrago e sobre quais as providências que serão tomadas ao identificar os donos das áreas das represas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.