Drones serão usados para combater fraudes nas Eleições de 2020

Mais de 100 equipamentos serão utilizados pela PF em todo o território nacional

Foto: Tânia Rêgo/ Agência Brasil

A Polícia Federal (PF) anunciou que usará drones para auxiliar a cobertura policial durante as Eleições Municipais de 2020. Serão mais de 100 Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP), distribuídas entre os Estados brasileiros.

Segundo a PF, os instrumentos de prevenção serão utilizados nas principais zonas eleitorais brasileiras. O objetivo do uso dos drones seria combater crimes como, por exemplo, boca de urna e transporte ilegal de eleitores – quando um candidato ou partido oferece transporte e/ou alimentação em troca de votos.

A instituição federal alega que as ARPs possuem tecnologia de ponta, com câmeras de altíssima qualidade, possibilitando filmar de alturas elevadas, tornado os drones “imperceptíveis” em seu uso. As imagens capturas serão transmitidas para uma equipe da Polícia Federal, que tomará as medidas cabíveis diante de atividades suspeitas.

O emprego dos drones atende orientações da direção geral da PF visando a utilização de novas tecnologias para repressão e prevenção de atos delituosos. Além disso, o emprego das ARPs diminui a presença física dos policiais e o contato social com o público em geral. Em um contexto de combate à disseminação da Covid-19, a PF considerou a medida como “extremamente relevante” para manter o distanciamento social.

[Esse texto conta com informação da Agência Brasil]

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.