Drogaria vendia por R$ 100 vacina a imigrantes para tratar Covid-19

Câmera escondida de reportagem da BBC Brasil flagra em São Paulo venda de falso imunizante para tratamento da doença por 100 reais. Boliviana morta teria sido “vacinada” no local

Antes de tudo é preciso dizer claramente: não existem vacinas para tratar a Covid-19. Vacinas produzidas para o controle da pandemia ajudam a prevenir a doença.

Mas não era o que ocorria na Drogaria Diamante, estabelecimento Vila Maria Alta, na zona norte paulistana.

Até segunda-feira, 12, essa farmácia estava vendendo o que lá se apresentava como “vacina para tratamento da Covid-19”. Nessa data, o local foi alvo de uma operação policial. Funcionários da farmácia foram levados à delegacia para prestar depoimento.

Câmera da reportagem da BBC Brasil flagra venda de falsa vacina na Drogaria Diamante, zona norte de São Paulo | Foto: Reprodução

Imagens gravadas pela equipe da BBC Brasil com câmera escondida mostraram que doses da falsa vacina eram injetadas por 100 reais. Nas cenas, aparecem vários pacientes bolivianos — incluindo uma grávida e uma idosa — atendidos por um homem de avental branco.

Um repórter da BBC, dizendo-se com quadro de Covid-19 e relatando sintomas, foi aconselhado a tomar a “vacina”.

Relatos dão conta de que alguns pacientes que receberam o falso imunizante foram hospitalizados em estado grave e uma mulher acabou morrendo vítima da doença, segundo o atestado de óbito obtido pela reportagem. Tinha 35 anos e deixou três filhos pequenos.

Segundo a BBC, houve tentativa de contato com a drogaria para que se posicionasse sobre a gravação e a vistoria, mas o estabelecimento fechou as portas e não atendeu aos telefonemas.

Embora o acesso à farmácia seja livre, o principal público do estabelecimento são imigrantes da Bolívia. Estima-se que haja de 100 mil a 300 mil bolivianos em São Paulo, muitos em situação vulnerável por conta da condição migratória irregular.

Eles podem tomar vacinas pelo Sistema Único de Saúde (SUS), inclusive contra a Covid-19. A Drogaria Diamante, porém, não está listada entre os pontos oficiais de vacinação em São Paulo.

* Com informações da BBC Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.