Dra. Cristina acerta filiação ao PDT para tentar a Câmara dos Deputados

A ex-secretária de Direitos Humanos de Goiânia estava sem partido desde 2020, quando ficou em 7° lugar para a Prefeitura

Flávia Morais e Cristina Lopes serão concorrentes pelo PDT a uma vaga na próxima legislatura da Câmara dos Deputados | Foto: Divulgação

A ex-secretária municipal de Direitos Humanos e Políticas Afirmativas de Goiânia, Cristina Lopes, fechou sua filiação ao PDT na sexta-feira, 1°, a convite da deputada federal Flávia Morais (e do presidente do diretorio regional do partido, George Morais.

Dra. Cristina, como ficou conhecida durante seus mandatos como vereadora da capital, quer concorrer a uma das 17 cadeiras disponíveis para a Câmara dos Deputados.

A política já tinha a intenção de voltar às urnas após perder o pleito para a Prefeitura nas eleições de 2020, quando obteve 18.280 votos, ficando em 7° lugar. À época, concorreu pelo PL após a convenção da sigla ter se tornado um imbróglio judicial.

Cristina foi exonerada do cargo pelo prefeito Rogério Cruz (Republicanos) justamente para cumprir o prazo de desincompatibilização para concorrer às eleições deste ano. O pedido foi confirmado no Diário Oficial do Município da quinta-feira, 31, para que a parlamentar cumpra o prazo de desincompatibilização – que se encerra neste sábado, 2.

Antes de confirmar o partido após a saída do PL, a política estava  sendo sondada por algumas legendas, inclusive pelo Republicanos, do prefeito Rogério Cruz. Ela, no entanto, conversou com outras siglas, de centro e centro-esquerda, até chegar ao PDT.

A nova pedetista é segunda suplente na chapa PSDB, PSB e PPS (hoje Cidadania) na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). Foi a 24ª deputada mais votada para o pleito, com 27.864 votos, no entanto não assumiu porque a chapa teve quociente partidário para fazer apenas oito cadeiras e a parlamentar ficou na 10ª posição, atrás do deputado Francisco Oliveira (PSDB), que, na primeira suplência, assumiu a cadeira após a eleição de Diego Sorgatto (União Brasil) como prefeito de Luziânia.

Sua aposta para galgar um caminho bem-sucedido rumo a Brasília é justamente o bom histórico de desempenho eleitoral.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.