Instituto Butantan iniciou nesta quinta-feira, 9, produção da vacina feita em parceria com farmacêutica chinesa Sinovac

O Instituto Butantan iniciou nesta quinta-feira, 10, a produção da CoronaVac, vacina contra a Covid-19 feita pelo instituto em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac. O imunizante ainda está em fase de testes.

Segundo o governador de São Paulo, João Doria, a produção será feita em turno sucessivo, 24 horas por dia, sete dias por semana. O objetivo é alcançar a capacidade máxima de até um milhão de doses fabricadas por dia.

A capacidade de envase diário planejado para a vacina no Butantan é entre 600 mil a um milhão de doses. O primeiro lote terá aproximadamente 300 mil doses. O governo paulista prevê que, até janeiro, 40 milhões de doses da vacina sejam produzidas.

A área produtiva da fábrica do Butantan é de 1.880 metros quadrados e conta com 245 profissionais. Segundo o governo paulista, mais 120  funcionários serão contratados para reforçar a produção da vacina contra o coronavírus.

(Com informações da Agência Brasil)