Dono de rede de supermercados é preso por receptação de cargas roubadas

Ação conjunta localizou produtos roubados em depósito da empresa, que totalizam quase R$ 1,5 mi

Foto: reprodução

Em ação conjunta realizada durante a quarta-feira, 11, a Delegacia de Repressão ao Furto e Roubo de Cargas (Decar), Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal e auditores ficais apreenderam quase R$ 1,5 milhão em cargas roubadas que estavam em um depósito da rede de supermercados Super Leo, em Goiânia.

Segundo os responsáveis pela investigação, os produtos pertenciam a cinco cargas roubadas nos últimos três meses em Brasília e Minas Gerais. Os proprietários e o gerente do supermercado estão presos.

A apreensão foi possível após o monitoramento de uma carga roubada na BR-153, em Goiatuba, região sul de Goiás, na última semana. Segundo a polícia, os autuados fazem parte de uma mesma família e já estavam sob investigação por fazerem parte de um grupo especializado na receptação de cargas de produtos alimentícios roubados.

Após o monitoramento, a polícia chegou a um dos supermercados, onde foram encontradas latas de leite que coincidiam com o lote roubado. Sem conseguir explicar a origem dos itens, proprietário e gerente tiveram os CPF pesquisados, sendo encontrado o registro de um depósito com inscrição desativada. No local, que fica ao lado de um dos supermercados, foram encontradas todas as três cargas roubadas.

Entre as autuações, os presos, Leonardo Oliveira Fernandes, Leonardo Oliveira Fernandes Júnior, Lucas Farias Fernandes e Wesley Henrique de Brito Araújo, devem responder por receptação qualificada, associação criminosa e sonegação fiscal.

O Jornal Opção não conseguiu contato com a rede de supermercados.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.