Dono de empresa investigada por comissão alugou carro para campanha de Iris

Carlos Roberto Valadão, da Útil Pneus, é suspeito de superfaturar conserto de veículos da prefeitura e revelou que já foi até ameaçado de morte 

Carlos Roberto Valadão (à direita) presta depoimento | Foto: Mayara Carvalho

O empresário Carlos Roberto Valadão, da Útil Pneus, presta depoimento na tarde desta quinta-feira (22/2) à Comissão Especial de Inquérito (CEI) que investiga o caos na saúde de Goiânia. Ele é suspeito de ter participado de um suposto esquema de superfaturamento na manutenção de veículos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS).

Durante a oitiva, o empresário negou participação em qualquer irregularidade e afirmou que tem uma série de notas a receber da gestão desde 2016. “Nunca passei por uma situação dessas. A impressão que tenho é de que tem um grupo querendo me enterrar vivo. Eu sou ficha limpa, nunca fiz nada de errado”, lamentou.

A CEI da Saúde decidiu convocar várias pessoas de dentro da secretaria e prestadores de serviços após constatar o possível superfaturamento. Segundo dados apresentados pelo vereador Elias Vaz (PSB), entre 2012 e 2016, a prefeitura pagou R$13.745.469,05 à Útil Pneus, Peças e Serviços Ltda.

O proprietário também refutou a ideia de valores acima dos praticados no mercado: “Participei de uma licitação, ganhei, fui o contratado em 2010. Com 32% de desconto, R$
5 a hora trabalhada, mas por pressão do secretário chegou a 70%… Aceitei o serviço pelo volume.”

Mesmo alegando débitos em a ver com a Prefeitura de Goiânia, a empresa continuo prestando serviços durante a gestão Iris Rezende (MDB), de janeiro a julho do ano passado.

A parte mais intrigante do depoimento foi quando ele disse que se fosse revelar tudo que sabe, daria “com os burros n’água’. “Meus advogados me orientaram assim.
Fui ameaçado de morte, com arma, tirando celular do meu bolso por pessoal bem vestido. Não tem muito tempo não, foi em 2017”, disse.

Carlos Roberto Valadão não quis falar quem atestava a execução dos serviços de manutenção dos veículos na SMS.

“Saber eu sei, mas meus advogados me orientaram a ficar calado. Já saiu na imprensa que eu sou picareta, mas eu não tenho nada pra esconder. Eu sou uma vítima. Eu estou em dificuldades financeiras, tinha mais de 30 funcionários e hoje minha empresa está quase fechando”, completou.

Campanha 

Caminhonete alugada pela campanha de Iris | Foto: Paulo José

Ao contar que sua empresa tem alvará para realizar a locação de veículos, Valadão fez uma revelação que surpreendeu os vereadores da CEI da Saúde: foi a Útil Pneus quem alugou o carro para a campanha de 2016 do atual prefeito, Iris Rezende (MDB).

Nas fotos exibidas no telão, é possível ver o decano emedebista e seus aliados na caminhonete Ford Ranger da cor prata durante várias carreatas.

Mesmo muito pressionado, ele não respondeu quem havia alugado e se havia tido prestação de contas.

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.