Dono de clínica de reabilitação em Goiás é preso por manter pacientes em cárcere privado

Comunidade terapêutica que cuida da reabilitação de dependentes químicos está totalmente em desacordo com o que determina a Anvisa

Foto: Divulgação/PC

O dono de uma clínica de reabilitação de dependentes químicos foi preso, nesta quinta-feira (6/9), após policiais encontrarem dois pacientes trancados em um quarto da unidade localizada em Bom Jesus de Goiás. De acordo com as investigações, a chave ficava com um dos internos, que impedia os outros de saírem.

A ação faz parte da Operação Redenção da Polícia Civil que, após denúncias, representou junto ao Poder Judiciário por mandado de busca e apreensão domiciliar.

No local, os policiais constataram a situação irregular, com ausência de alvarás da Vigilância Sanitária, Bombeiros, ausência de equipe técnica especializada no atendimento e de profissional da saúde, conforme determinação legal.

Romildo Geraldo da Silva Júnior, de 30 anos, confessou que familiares contribuíam com cerca de um salário mínimo para deixar os pacientes internados. Devido à situação irregular, a clínica foi interditada eos quatro internos que estavam no local foram entregues a familiares.

O proprietário da clínica foi autuado em flagrante pelo crime de cárcere privado e a pena pode chegar a 8 anos de prisão.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Maurício Cunha Magalhães

Aqui na Bahia em Feira de Santana um frentista ficou trancado numa casa de recuperação preso num vão e quando saiu disse que trancaram ele com um gato preto dentro. Ele acabou de denunciar no humaniza redes e a mulher da casa estudou ai em Goiás na faculdade de psiquiatria.