Documentos arquivados pela PRF são destruídos e doados a cooperativa de catadores de materiais recicláveis

Por conter informações pessoais e sigilosas, agentes da PRF acompanharam todo o processo para a eliminação dos documentos

Nesta quarta-feira, 28, em uma ação inédita, uma cooperativa de catadores de material reciclável de Goiânia foi responsável pela descaracterização e fragmentação de cerca de uma tonelada e meia de documentos antigos da Polícia Rodoviária Federal (PRF). Os papéis estão disponíveis para serem reciclados. Goiás é o quinto estado do país a fazer esse tipo de descarte de arquivos da PRF.

A cooperativa credenciada recebeu 300 caixas de arquivos e documentos já prescritos, referentes aos anos de 2005 a 2012, como boletins de acidentes de trânsito, defesas e recursos de multas, identificações de condutores infratores, entre outros. Por conter informações pessoais e sigilosas, agentes da PRF acompanharam todo o processo para a eliminação dos documentos.

De acordo com a PRF, ainda está prevista a fragmentação de mais uma tonelada de papéis, que será feita em outras etapas. “Além da contribuição para a preservação ambiental advinda da reciclagem, nesse momento de crise econômica provocada pela pandemia, 1.500 quilos de papel representa um incremento importante para a comunidade dos catadores”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.