Documentário mostra estudantes, diretores e professores de escolas públicas de Goiás

Filme “Nunca me Sonharam” terá sessão nesta sexta (25) para autoridades com a presença de Marconi Perillo e Raquel Teixeira

O documentário “Nunca me sonharam”, que traça um amplo panorama do Ensino Médio público brasileiro, terá uma sessão exclusiva em Goiânia nesta sexta-feira (25/08), às 19h30. A exibição ​ terá a presença do governador Marconi Perillo, da primeira dama Valéria Perillo, da secretária de Educação, Cultura e Esporte (Seduce), Raquel Teixeira, do presidente e do ​superintendente do Instituto Unibanco, Pedro Moreira Salles e Ricardo Henriques,​ e do diretor do documentário  Cacau Rhoden.

Também participarão superintendentes de Educação e Cultura da Seduce, coordenadores regionais de educação e representantes do Conselho Estadual de Educação.

O filme Nunca me sonharam é uma iniciativa do Instituto Unibanco, produzido em parceria com a Maria Farinha Filmes (“Muito Além do Peso”, “O Começo da Vida”, entre outros) e dirigido por Cacau Rhoden. O longa-metragem tem duração de 1h20min e contou com a participação de estudantes de Ensino Médio, diretores e professores de escolas públicas de Goiás e de mais nove estados brasileiros. O filme foi lançado em junho, no circuito Itaú Cinemas (São Paulo, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, Brasília, Salvador, Florianópolis e Belo Horizonte).

Sessões especiais do Nunca me sonharam têm sido organizadas em várias localidades e o documentário também está disponível na plataforma Videocamp. O filme já foi visto por quase 120 mil espectadores em cerca de 500 cidades nos 26 estados brasileiros, e ainda nos Estados Unidos, Inglaterra e Portugal. No dia 29 de junho, o filme foi exibido na sede da ONU em Nova York para o comitê SDG – Education 2030 Steering Committee. ​

O documentário retrata a realidade dos estudantes do Ensino Médio e mostra jovens preocupados com o futuro, interessados em estabelecer diálogo e aproximação com as instituições educacionais públicas. Nessa jornada, compreendem o valor da educação como elemento essencial na busca por uma sociedade mais justa e igualitária, que ofereça oportunidades e contribua para o desenvolvimento do país. Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (IBGE, 2015), 82% das crianças e jovens até 19 anos que estão estudando são atendidos pela escola pública. No entanto, ainda há 1,6 milhão de adolescentes de 15 a 17 anos fora da escola, e destes, 9,98% não estão nem estudando e nem trabalhando.

“O filme traz uma reflexão sobre o que significa viver essa fase da vida, ser jovem numa sociedade tão desigual como a nossa e ter que fazer escolhas nesse cenário”, diz Ricardo Henriques, superintendente do Instituto Unibanco. “Nosso principal objetivo com o filme é inserir cada vez mais o debate sobre educação no cotidiano das pessoas, na mesa de jantar de todo brasileiro, em rodas de conversa de amigos, nas salas de aulas. A ideia com o filme foi retratar o tamanho do desafio do Brasil em busca de melhorar a educação dos jovens e, ao mesmo tempo, ter um olhar para o futuro, mostrando experiências que vão na direção da transformação”, afirma.

Sobre Instituto Unibanco

O Instituto Unibanco, fundado há 35 anos, é uma das instituições responsáveis pelo investimento social privado do Itaú-Unibanco. É uma organização sem fins lucrativos que atua com o objetivo de contribuir para a qualidade da educação pública no Brasil.

Com foco na melhoria dos resultados de aprendizagem e na produção de conhecimento sobre o Ensino Médio, dedica-se a elaborar e implementar, gratuitamente, soluções de gestão – na rede de ensino, na escola e na sala de aula – comprometidas com a capacidade efetiva das escolas públicas de garantir o direito à aprendizagem de todos os estudantes.

Serviço:

“Nunca me sonharam”

Data: 25 de agosto (sexta-feira),19h30

No Cine Lumiére – Shopping Bouganville – Rua 9, 1855 – St. Marista, Goiânia/GO

Deixe um comentário