Divulgado desfecho do diálogo entre Najila e Neymar: ‘Você não mostrou a conversa toda’, diz modelo

“Acho que uma garota de programa é tratada com mais empatia”, afirma a suposta vítima em outro trecho da conversa

Foto: Reprodução

O restante da conversa entre o jogador Neymar Jr. e a modelo Najila Trindade, foi divulgado na noite desta quinta-feira, 6, pelas emissoras de TV Record e Globo. Nas mensagens, trocadas após a data do suposto estupro, a modelo envia uma imagem de suas nádegas com marcas vermelhas e relata que pediu para o jogador “parar”, enquanto ele se defende dizendo que ela “pedia mais”.

O diálogo, que não foi divulgado por Neymar, começa um dia após o primeiro encontro entre eles e termina após a divulgação do vídeo pelo jogador.  A última mensagem divulgada é de Najila questionando o vídeo de Neymar: “Você não mostrou a conversa toda”, escreveu a modelo. Najila também mandou um áudio pedindo para Neymar “ser homem” e assumir o que fez. Leia o novo trecho da suposta conversa:

Najila: Eu vou ir domir, você não vem e está dando mancada me deixando esperando.

Neymar: em 15 minutos eu chego (risos), esto indo, estava me arrumando.

Najila: Não vai casar não

Neymar: Graças a Deus, né

Najila: Meu cel vai descarregar, não sei onde está meu carregador.

Najila: 203 (o quarto).

Neymar: Independente do que você fez comigo, eu te perdoo. Fica bem aí. Qualquer coisa manda msg.

Najila: Eu quero ir embora. Só isso

Neymar: Ok

Após receber foto das nádegas machucadas de Najila, Neymar responde com um emoji de tristeza e outro de que não sabe o que fazer.

Najila: Eu estava de meia-calça por causa disso ontem

Najila: Você lembra de tudo o que aconteceu ontem?

Neymar: Óbvio.

Neymar: Óbvio. Najila: Pode me bloquear. Eu vou sumir, vou acabar com essa (palavrão) que estou sentindo. Não sei explicar.

Neymar: Relaxa, segue sua vida e está tudo certo.

Najila: Se conseguir o voo de manhã me avisa, por favor.

Neymar: Ok, mando

Najila: O cara que conheci hoje não é o mesmo de ontem. Foi por esse Neymar de hoje que me apaixonei.

Neymar: Você não me conhece bem, sou normal. É que ontem foi rápido e não tivemos tempo de conversar e hoje a gente trocou ideia.

Najila: Pode ser, estava empolgada em te conhecer, foi tudo tão rápido. Daí pela manhã vi essas marcas. Ontem mal falamos, você estava agitado, aí hoje você chegou mais calmo. Ontem eu estava calma e hoje quem está agitada sou eu. Desencontramos, pena que deu errado.

Neymar: Mas as marcas você foi culpada também (risos), você pedia mais.

Pouco depois, Najila responde: Tá doido? Eu pedi para parar e você até pediu desculpas.

Neymar responde com emojis de dúvida.

Em outro trecho da conversa a modelo

Najila: Fica sussa. Você continua sendo Neymar e eu só uma qualquer. Se você mandou aquela foto para alguém, por favor, pede para apagar, porque não quero nada envolvendo meu nome com o seu.

Neymar: Jamais faria isso.

Najila: Perto do que você fez, não seria nada. Mesmo que eu tenha me alterado só hoje (e pagado de louca, porque antes a ficha não tinha caído), você sabe muito bem o que você fez e como você me tratou. Aliás, destratou! Mesmo que isso fique em off para sempre e nunca mais nos falamos, lá no fundo você sabe o que aconteceu. Deus é justo e Ele dinheiro nenhum compra. Espero que você nunca sinta metade da angústia que eu senti nessa viagem. Acho que uma GP (Garota de programa) é tratada com mais empatia. O que mais me assusta nisso tudo é você realmente achar que foi tudo de boa, e eu sou totalmente louca. Mostra que seu cérebro só funciona dentro de campo e seu coração não funciona em lugar nenhum. Mas, enfim, seja o que for, não importa mais. Vou seguir e tomar o máximo de remédio possível para esquecer que um dia estive aqui para se tratada assim. Dorme bem e obrigada. Pelo menos agora, eu realmente sei quem é Neymar Jr.

Corpo de delito

Outra atualização sobre o caso é o resultado do exame de corpo de delito feito após Najila registrar boletim de ocorrência por violência sexual contra Neymar na última sexta-feira, 31. O laudo não apontou lesões na genitália da suposta vítima. O único ferimento detectado durante o exame foi em um dedo de Najila. 

O resultado do exame de corpo de delito é diferente do apresentado pelo laudo confeccionado por um médico gastrologista durante avaliação particular de Najila no consultório dele, localizado no Hospital Albert Einsten. Na avaliação, realizada seis dias depois da data do suposto estupro, foram verificadas lesões nas coxas e nádegas.

O médico responsável pelo exame deste laudo particular prestou depoimento na tarde de ontem na 6ª Delegacia de Defesa da Mulher e confirmou que foram detectados ferimentos, segundo o Portal UOL. Mas o gastrologista ressaltou que as fotos que estão anexadas não foram tiradas por ele.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.