Dividido, PT de Aparecida tem pelo menos dois possíveis candidatos à prefeitura em 2016

“Rixa” entre vereador Helvecino Moura e Ozair José, vice-prefeito, divide o diretório aparecidense

Rixa entre Moura (esquerda) e Ozair divide PT em Aparecida | Fotos: Reprodução/Site da Câmara Municipal de Aparecida e Facebook

Rixa entre Moura (esquerda) e Ozair divide PT em Aparecida | Fotos: Reprodução/Site da Câmara de Aparecida e Facebook

Jornal Opção levantou recentemente a possibilidade do atual vice-prefeito de Aparecida de Goiânia, Ozair José (PT), sair como candidato à prefeitura em 2016. Ozair seria o “candidato natural” devido ao cargo que ocupa e à já histórica aliança no município entre o PMDB do prefeito Maguito Vilela e o PT. Porém, devido a desentendimentos que dividem o diretório aparecidense, o partido tem atualmente pelo mais um possível candidato à administração do município: o vereador Helvecino Moura.

Em entrevista ao Jornal Opção Online, Moura afirmou que não tem nada contra a pessoa do vice-prefeito. “A verdade é que a pessoa tem que se adequar à política do partido e ele sentiu dificuldade porque a maneira dele de lidar com as coisas é outra”, analisa. Entretanto, fica clara a complexidade da situação quando o vereador afirma que Ozair entrou no partido pela “porta dos fundos” e que ele não foi escolhido nem teve apoio do diretório municipal para ser vice de Maguito. “Ele não teve nem 10% de apoio do partido, foi imposto através da direção estadual”, afirma.

O vice-prefeito responde: “Eu entrei pela porta da frente. Primeiro eu fiz a filiação, que foi impugnada, aí houve realmente uma intervenção estadual e nacional”, explica, acrescentando que desde essa época Moura se opõe a ele. “Ele se acha dono do partido, sempre se achou o grande líder, que não deveriam entrar novos líderes no diretório”, alega Ozair. E completa: “Sempre houve resistência dele quanto à minha presença no partido e eu sempre batalhei para ter união”.

Conflito

Quando questionado sobre a possibilidade do vice-prefeito sair como candidato em 2016, Moura declara que ele não teria o apoio do partido e anuncia que pretende se lançar como candidato. “Da minha parte ele não tem apoio, até porque eu estou trabalhando para ser candidato e a maioria do partido já se manifestou a favor”, garante. O vereador desdenha da força que o vice-prefeito teria em Aparecida dizendo que ele já se candidatou à prefeitura e não ganhou e que ele só conseguiu ser vice porque “qualquer um que estivesse lá [junto com Maguito] ganharia”.

Ozair defende sua possível candidatura destacando sua história em Aparecida. “Eu já tenho um trabalho ao longo de 40 anos em Aparecida, já tive a oportunidade de concorrer à prefeitura duas vezes, fui vereador e deputado estadual e hoje me sinto preparado para administrar o município”. “Eu acho que é um direito dele e de qualquer filiado colocar o seu nome à disposição, o que nós temos que entender é que nós temos que buscar o que temos de melhor”, ameniza.

Quanto à possibilidade de mudar de partido devido aos desentendimentos, Ozair responde apenas que tem conversado com o partido a nível de estado sobre a situação vivida em Aparecida.

Outros cenários

Na última quinta-feira (19/3), o presidente do PSB em Goiás, Vanderlan Cardoso afirmou em entrevista ao Jornal Opção Online que a parceria entre seu partido e o de Maguito estaria acertada e, caso um pessebista não seja indicado à prefeitura, o partido aceitaria o cargo de vice ou até apoio para uma boa coligação de vereadores.

Pelo menos quanto a esse assunto o vice-prefeito e o vereador petistas concordam. Moura afirma se sentir tranquilo quanto à aliança entre o PSB e o PMDB: “Na eleição passada já estivemos juntos, trabalhamos para manter na base os partidos que estiveram na eleição vencedora”. Ozair ratifica a declaração do vereador e acrescenta que considera essa união bem-vinda: “Fico feliz de saber que o PSB vai continuar conosco, principalmente por essa afirmação ter vindo do Vanderlan, que é o grande líder do partido. Aqui em Aparecida, o nosso objetivo é manter essa unidade dos partidos que hoje apoiam o prefeito Maguito Vilela”.

Moura não acredita, porém, na possibilidade de um candidato pessebista ser escolhido para concorrer à prefeitura. “O PSB em Aparecida está sob intervenção. O nome mais expressivo do partido em Aparecida é do vereador João Antônio Borges, que atualmente está afastado da presidência do diretório municipal por não ter apoiado Vanderlan na última eleição”, observa. Ele defende ainda que na próxima eleição o candidato à prefeitura seja do PT. “Estamos trabalhando para que nós tenhamos candidato a prefeito, já apoiamos duas vezes o PMDB”, argumenta. E acrescenta: “De preferência um nome de Aparecida, que tenha história dentro do partido”.

A respeito dos comentários sobre um possível apoio do atual prefeito de Aparecida à candidatura de seu secretário de Governo, Euler Morais (PMDB), o vice-prefeito Ozair José afirma sua confiança na decisão de Maguito. “O prefeito é o grande condutor desse processo, ele é um grande líder que exerce uma força muito grande no município. Se o Euler for o candidato dele, nós temos que avaliar para tomar as nossas decisões”, sustenta. Quanto a um possível cenário em que Euler seria o candidato à prefeito com um vice pessebista, Ozair diz que não tem como adiantar como seria o posicionamento do PT. “Vai depender do projeto do partido em nível de estado, o partido que vai decidir se vai caminhar junto”, explica.

3
Deixe um comentário

3 Comment threads
0 Thread replies
0 Followers
 
Most reacted comment
Hottest comment thread
2 Comment authors
Nicanor

Infelizmente no Brasil para se candidatar a algum cargo eletivo, o político tem que estar filiado em algum partido político! Mas, tudo bem, só que acho que o melhor candidato é aquele que tem história, que é conhecido do povo , que não tem mancha e que a população apóia como candidato pronto,preparado, experiente e conhecedor para governar um município do porte de Aparecida de Goiânia; e, realmente, por conhecê-lo bem e sua trajetória política, não vejo outro nome a não ser o do então vice-prefeito Ozair José para administrar com competência esse grande e problemático município que é Aparecida… Leia mais

Nicanor

Infelizmente no Brasil para se candidatar a algum cargo eletivo, o político tem que estar filiado a algum partido político! Mas, tudo bem, só que acho que o melhor candidato é aquele que tem história, que é conhecido do povo , que não tem mancha e que a população apóia como candidato pronto,preparado, experiente e conhecedor para governar um município do porte de Aparecida de Goiânia; e, realmente, por conhecê-lo bem e sua trajetória política, não vejo outro nome a não ser o do então vice-prefeito Ozair José para administrar com competência esse grande e problemático município que é Aparecida… Leia mais

Redilson Tomaz

O Moura, o eterno vereado, precisa entender o o PT de Aparecida não é dele. Vamos mudar a cara do partido. Vamos de Ozair.