Divergências no Democratas quanto à aliança com PMDB devem ser discutidas em reunião do partido

Presidente da sigla em Goiás e candidato ao Senado, Ronaldo Caiado, diz que não há dissidências na legenda, mas prefeitos insistem em apoiar Marconi Perillo (PSDB)

O Democratas deve resolver suas divergências internas em uma reunião ainda sem data definida. O partido, liderado pelo deputado federal Ronaldo Caiado, se aliou a partidos como PMDB, SDD e até PCdoB nessas eleições, descartando a vontade de muitos integrantes que esperavam por se manter na base do governador Marconi Perillo (PSDB).

Desde antes do anúncio da chapa com Iris Rezende e Caiado — candidato ao Senado –, os 17 prefeitos do DEM em Goiás manifestavam apoio a Marconi. Alguns deles mantiveram o posicionamento mesmo após a definição do partido.

Para amenizar as discordâncias dentro da sigla, o deputado estadual Helio de Souza conta que Caiado planeja uma reunião para os próximos dias, onde o assunto deve ser tratado e resolvido. No entanto, ainda não há definição sobre o dia em que o evento deve ocorrer.

Questionado se não era tarde para uma reunião desse tipo, já que a decisão havia sido tomada, Helio afirma que não, mas reconhece  que o partido passa por um “momento complicado”. Evitando entrar em detalhes sobre o assunto, ele diz que vai seguir a recomendação do partido e falar a respeito somente após a realização da reunião.

Minimizando a situação, Caiado desconversa sobre a possibilidade desse encontro e diz não haver divergências dentro do Democratas. “O que tinha para ser resolvido foi resolvido no dia da convenção”, declarou. “Se tem um partido que não tem problema interno nenhum, esse partido é o Democratas.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.