Distribuidora de bebidas aberta em nome de laranja causa prejuízo de R$ 1 milhão

Homem praticou crime de estelionato fazendo o uso de documentos falsos para realizar compras de equipamentos para a distribuidora

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o crime de estelionato que teria sido praticado por um homem que se valeu do uso de documentos falsos para realizar a compra de equipamentos que serviriam para a montagem de uma distribuidora de bebidas em Goiânia. Esse estabelecimento foi montado em nome de um laranja, ou seja, de alguém que não era o seu verdadeiro dono.

O prejuízo causado aos comerciantes que venderam os equipamentos ao estelionatário chega à marca de R$ 1 milhão. Dentre as compras feitas estavam diversos freezers, prateleiras para exposição de produtos, aparelhos de climatização para o local, dentre outros itens. 

Os produtos foram apreendidos e devolvidos às vítimas do golpe pela 1° Delegacia Distrital de Polícia (DDP) de Goiânia. Todos esses equipamentos se encontravam em um galpão localizado no Bairro Goiá. O autor do crime não foi localizado até o momento mas continua sendo procurado pela polícia. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.