Dissidente do grupo de Pedro Paulo, advogada Mônica Araújo, afirma que apoio a Rodolfo Otávio é em razão dos bons projetos

“Mesmo tendo feito parte da posição por tanto tempo, preciso reconhecer o trabalho que deu certo e que pode ser ampliado em uma nova direção”, aponta advogada

Na eleição de 2018 para presidente da OAB, a advogada Mônica Araújo compôs a chapa que era encabeçada por Pedro Paulo de Medeiros. Mas essa aliança não se repetiu nas eleições deste ano. A advogada confirmou sua aliança com Rodolfo Otávio Mota em razão dos projetos que foram apresentados e dos resultados alcançados pela Casag – que é presidida  por ele. 

Mônica Araújo é uma advogada reconhecida por sua atuação classista. Há 14 anos ela se mantém presente nos debates sobre a gestão da Ordem, e em 2018 esteve no grupo de oposição liderado por Pedro Paulo. Mas na eleição deste ano ela diz que reconheceu que os projetos de Rodolfo Otávio são os que melhor atendem às necessidades da classe. 

“Mesmo tendo feito parte da posição por tanto tempo, preciso reconhecer o trabalho que deu certo e que pode ser ampliado em uma nova direção”, avalia Mônica. Segundo ela, o trabalho que foi feito na Casag com Rodolfo Otávio a frente demonstra um rumo que toda a Ordem deve ter. “Ele trouxe projetos inovadores para advocacia por meio da Casag. Posso dizer que ele é visionário. Cito exemplo do programa Meu Escritório que ajuda a classe com  equipamentos de ponta. Era um benefício que a advocacia estava carente”, diz.

Mônica acredita que os projetos defendidos por Rodolfo Otávio são os que vão ao encontro das necessidades da advocacia em início de carreira e também dos advogados que atuam no interior. “É um caminho árduo para quem está em início de carreira. Imagine o que ele na Casag podendo ser feito quando ele presidir toda a instituição?”, aponta.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.