Diogo Rosa vence eleição suplementar em Davinópolis e é o novo prefeito da cidade

Município que fica a 54 quilômetros de Catalão teve disputa entre dois candidatos neste domingo (28/10) porque o chefe do Executivo foi cassado pela Justiça Eleitoral

Ao lado de Nelson Machado (MDB), candidato a vice em sua chapa, o prefeito eleito Diogo Rosa (MDB) comemora vitória nas ruas de Davinópolis | Foto: Reprodução/Facebook

Filho do ex-prefeito Darci Rosa, Diogo Rosa (MDB) foi eleito na noite deste domingo (28/10) o novo prefeito de Davinópolis (GO), cidade que fica distante 52 quilômetros de Catalão (GO) e 311 quilômetros de Goiânia, nas eleições suplementares após a 8ª Zona Eleitoral manter em setembro a cassação da chapa eleita em 2016 no município por abuso de poder econômico.

Como o prefeito reeleito em 2016, Robson Luiz da Silva Gomes (PP), e o vice-prefeito Rony Félix Rodovalho (PR) foram cassados, Davinópolis votou neste domingo, além de presidente da República, para prefeito. Diogo Rosa recebeu 1.450 votos e atingiu 54,70% da votação válida no município.

A disputa, de turno único, teve dois candidatos. O segundo colocado, Wilker (PR), foi escolhido por 1.227 eleitores de Davinópolis, com 45,83% dos votos válidos. O mandato de Diogo como prefeito vai até o dia 31 de dezembro de 2020, que seria o tempo restante da gestão do prefeito cassado.

Em 2016
No pleito de 2016, Diego Rosa foi candidato a vice-prefeito pelo MDB na chapa de Eraclides Ferreira (PHS), que recebeu 1.125 votos e terminou a disputa no segundo lugar com 38,99% dos votos válidos. Naquela eleição, Robson foi reeleito prefeito com 61,01% dos votos válidos, escolhido por 1.760 eleitores de Davinópolis.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.