Dilma exonera ministros para votar contra impeachment

Mauro Lopes, Celso Pansera, Marcelo Castro e Patrus Ananias têm mandatos de deputado federal e retornarão à Câmara para sessão de domingo

Ministros voltarão à Câmara para apoiar a presidente na tentativa de barrar impeachment | Fotos: José Cruz/ Elza Fiúza e Valter Campanato (Agência Brasil)

Ministros voltarão à Câmara para apoiar a presidente na tentativa de barrar impeachment | Fotos: José Cruz/ Elza Fiúza e Valter Campanato (Agência Brasil)

A presidenta Dilma Rousseff exonerou quatro ministros que têm mandato de deputado federal para votarem contra o impeachment na sessão de domingo (17/4) no plenário da Câmara dos Deputados. As exonerações foram publicadas na edição desta quinta-feira (14) do Diário Oficial da União.

Três ministros exonerados são do PMDB: Mauro Lopes, da Secretaria de Aviação Civil, Celso Pansera, da Ciência, Tecnologia e Inovação, e Marcelo Castro, da Saúde. Além deles, o petista Patrus Ananias, ministro do Desenvolvimento Agrário, também foi exonerado a pedido.

Também deixou o governo Gilberto Magalhães Occhi do cargo de ministro da Integração Nacional. Ele apresentou ontem à tarde, no Palácio do Planalto, o pedido de afastamento do cargo informando que deixa a pasta depois que o PP, partido que o indicou, decidiu sair da base aliada e apoiar o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. Para seu lugar, foi nomeado José Rodrigues Pinheiro Dória para exercer interinamente o cargo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.