O Dia das Crianças em Goiânia deve movimentar mais de R$ 182 milhões, aponta pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL). Para este ano, os goianienses querem comprar quatro presentes com valor em média de R$ 90, com preferência para as compras presenciais e em shoppings, aponta Hélia Gonçalves, superintendente da CDL. “É importante que os lojistas proporcionem uma boa experiência para o cliente e crie promoções”, aponta”.

Apesar do crescimento das compras pela internet nos últimos anos, a preferência desse ano é pelas compras in loco. “O consumidor goiano ainda continua gostando de comprar e levar na hora. Os shoppings são locais de preferência pois tem outras ações que acabam envolvendo os consumidores”, explica.

Aqueles que planejam realizar compras online representam 3,1%, indicando que os sites das lojas e marketplaces serão os principais locais de busca dos presentes. Dos consumidores que pretendem presentear no Dia das Crianças, 69,7% afirmaram que irão realizar pesquisa de preço.

Outra diferença notável é a liderança das roupas na preferência dos presentes com 43,6%, seguido por brinquedos (36%) e calçados (12,7). Esse fenômeno, segundo Gonçalves, se dá pelo poder de compra menor que no ano passado e pela “priorização dos gastos”.

Em relação aos gastos, a maioria dos participantes (24,5%) planeja investir mais neste ano, enquanto 19,7% manterão o mesmo valor do ano anterior. Contudo, 13% afirmam que os recursos disponíveis para o Dia das Crianças serão menores em comparação com o ano passado.

Geovar Pereira, presidente da CDL Goiânia, observa que o aumento da confiança dos consumidores, aliado a um cenário econômico ligeiramente mais favorável, sugere perspectivas positivas para as vendas nesta comemoração e nas próximas. Ele destaca que fatores como a inflação mais controlada e os programas de renegociação de crédito podem contribuir para melhorar as vendas no dia 12 de outubro.

Cartão de crédito é o meio preferido

Ainda que o cenário de endividamento em Goiás esteja alto, a preferência dos consumidores será a compra parcelada por cartão de crédito, com 463%. Em segundo lugar está o cartão de débito (26,5%), seguido por dinheiro e Pix, ambos com 18,5%.

Para 34,6% dos consumidores, o período de compras será de 6 a 10 de outubro. Aqueles que planejam comprar na véspera somam 32,7%. Outros 25,3% pretendem buscar presentes entre os dias 30 de setembro e 5 de outubro, enquanto apenas 7,4% devem comprar antes do dia 30 de setembro.

Leia também:

Procon Goiânia aponta variação de até 399,75% no preço de brinquedos para o Dia das Crianças

Comerciantes estão otimistas com o Dia das Crianças