DGAP esclarece vídeo que mostra diretor de presídio em Goiás atirando contra detento

Comunicado afirma que atitude do servidor foi motivada por desobediência e resistência dos presos, que não obedeceram às ordens

A Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP) emitiu nota neste sábado (14/7) em que esclarece as circunstâncias de um vídeo publicado nas redes sociais que mostra o diretor da Unidade Prisional de Ceres, no Centro do Estado, efetuando quatro disparos de espingarda calibre 12 contra um reeducando dentro da cadeia.

Segundo o comunicado, o motivo foi a desobediência e a resistência dos presos, que não obedeceram às ordens dos servidores. A DGAP acrescentou ainda que a arma usada pelo diretor tinha como munição, balas de borracha.

Na gravação, é possível ver quando todos os detentos recuam, com exceção de um deles, quando os agentes chegam armados. Após o diretor realizar quatro disparos, o preso toma a arma dele, mas é rendido por outro funcionário.

“A conduta do servidor respondeu à gravidade do momento tendo em vista que, em uma abordagem crítica, as consequências poderiam ser drásticas para os servidores, que corriam risco de se tornarem reféns e de ter como consequência uma rebelião no local”, informa a diretoria em nota.

A DGAP informou também que o preso alvejado foi socorrido e responderá administrativa e criminalmente por sua conduta. Confira vídeo abaixo:

Deixe um comentário