Devido ao surto do coronavírus, GP de Fórmula 1 da China é adiado 

Disputa aconteceria no dia 19 de abril. Agora, uma das principais possibilidades é de que a corrida fique para depois da disputa nos Emirados Árabes — prevista para o dia 29 de novembro

Foto: Getty Imagens

A prova do Grande Prêmio (GP) de Fórmula 1 da China — prevista para o dia 19 de abril — foi adiada pela Federação Internacional de Automobilismo (FIA). A decisão foi tomada devido ao temor do surto de coronavírus que assola o país.

Segundo informações divulgadas pela Federação, a decisão foi tomada tendo em vista “a contínua disseminação do coronavírus”. Segundo nota divulgada à imprensa, após discussões com a Federação Chinesa de Automóveis e Motocicletas (CAMF), a Administração de Esportes de Xangai e a Juss Sports Group, promotora do Grand Prix, foi solicitado oficialmente o adiamento da prova. “A FIA, junto com a F1, decidiu aceitar o pedido”, completa.

Outra questão que influenciou na tomada desta decisão diz respeito a logística necessária para realização das provas de F1. Acontece que os profissionais devem deslocar com antecedência seus equipamentos e até mesmo o combustível utilizado nas provas. O procedimento é feito por navios e, para que tudo chegasse a tempo no país, as cargas seriam enviadas já nesta semana.

Apesar da data ter sido adiada, ainda não há previsão de quando a corrida deve acontecer. Segundo informações preliminares, uma das principais possibilidades é de que a disputa seja remanejada para depois da corrida nos Emirados Árabes — prevista para o dia 29 de novembro.

Vale lembrar que apenas nas últimas 24h 97 pessoas morreram e 2.015 novos casos foram diagnosticados pelas autoridades de saúde. No total, o número de casos confirmados é de 44.653 enquanto o número global de mortos supera os 1100.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.