Embora esteja em reforma há alguns dias, as aulas no Colégio Lyceu ocorrem normalmente, com acesso dos alunos pela Rua 15. De acordo com a Secretaria de Estado de Educação de Goiás (Seduce), as atividades vão até o encerramento deste ano letivo. A partir do próximo ano os 310 estudantes serão transferidos para o Centro de Ensino em Período Integral José Honorato (antigo Colégio Estadual José Honorato), no setor Central, em Goiânia. O Lyceu também funciona com turno único de 9h.

A pasta estima que as obras de restauração, ampliação e readequação do prédio, que é tombado como patrimônio por lei federal e estadual, dure cerca de dois anos. A conclusão deve ocorrer em outubro ou novembro de 2023. Todo o projeto é acompanhado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

Ao todo, o governo de Goiás investiu R$ 13,5 milhões para a reforma estrutural completa, que irá restaurar as cores e pinturas originais do prédio, que conta com Art Déco. A instituição de ensino do Estado é a mais tradicional e antiga de Goiânia.

Leia também: Colégio Lyceu de Goiânia terá reforma de mais de R$ 13 milhões e deve se tornar escola bilíngue
Revitalização do Centro de Goiânia pode transformar Jóquei Clube em espaço gastronômico e cultural