“Deu desespero”, disse Aécio sobre mal súbito de Dilma

Ex-ministra Marina Silva (PSB) teria ligado para o candidato tucano para comentar o debate

Após o final do debate na noite da última quinta-feira (16/10) no SBT, a ex-ministra Marina Silva (PSB) teria ligado para o candidato peessedebista Aécio Neves para comentar o mal súbito de Dilma Rousseff (PT).  Segundo o tucano, aquilo foi resultado do “desespero” da petista. Já Marina afirmou que a ex-companheira de partido foi muito “truculenta”.

“Ela [Dilma] optou por esse caminho”, disse Aécio sobre as observações de Marina. Eles discutiram sobre as polêmicas envolvendo a recusa do mineiro em fazer o teste do bafômetro numa blitz no Rio de Janeiro e como Dilma trouxe o assunto para o debate. O peessebista se defendeu justificando que, assim como ele, todos erram. “Vou defender minha honra até o final”, concluiu.

Os políticos teriam terminado a conversa marcando um novo encontro para esta sexta-feira (17).

Passou mal

A candidata à reeleição à presidência da República Dilma Rousseff (PT) passou mal durante entrevista concedida ao fim do debate eleitoral promovido pelo Uol, SBT e a rádio Jovem Pan. Ela avaliava seu desempenho no encontro quando disse a jornalista que tinha sentido uma oscilação de pressão arterial.

A fala estava sendo transmitida ao vivo e, ao começar gaguejar nas respostas, questionou à entrevistadora se poderia começar de novo ou se a sua fala seria editada. “Tive uma queda de pressão. Um debate exige muito da gente”, afirmou Dilma Rousseff.

Deixe um comentário