Detran-GO anuncia suspensão da obrigatoriedade de vistoria veicular em quatro situações. Veja

Governador do Estado comemorou decisão nas redes. Para ele, isso representa economia para os goianos

Fachada do Detran-GO

Ainda este mês, o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO) irá retirar a obrigatoriedade de vistoria veicular em determinadas situações. A medida foi anunciada pelo governador do Estado, Ronaldo Caiado (Dem), via rede social, na noite da última terça-feira, 16.

O órgão atesta que a suspensão da obrigatoriedade passará a valer a partir do dia 25 de abril. A vistoria será dispensada em quatro situações específicas. São elas: emissão de 2ª via de Certificado de Registro de Veículo (CRV) e/ou Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV); perda ou danificação da placa traseira, tarjeta e/ou lacre do veículo; adoção da segunda placa traseira; e registro inicial de reboque e semirreboque, com a tara de até mil quilos.

O Detran-GO atesta que, nesses casos, a vistoria tinha custo de R$ 175,76, por solicitação. No Twitter, o governador disse que isso representa uma “economia para os cidadãos. (…) Isso é gestão pública ética e responsável”, finalizou.

Reprodução de publicação feita na rede social do governador Ronaldo Caiado (Dem) / Foto: Reprodução/ Twitter

Em 2018, segundo o órgão, mais de 50 mil procedimentos dos tipos foram solicitados. O cidadão que precisar de qualquer dos serviços citados acima deve procurar o Detran-GO, em sua sede ou por meio das Ciretrans espalhadas pelo interior, ou ir a uma das unidades do Padrão Vapt Vupt.

“Depois de atuarmos na redução da taxa de registros de contratos, trazemos mais uma redução de custos que impacta diretamente o cidadão. Quem desembolsava estes R$ 175,76 era o usuário. São cerca de R$ 9 milhões por ano que eram gastos com estes serviços”, reiterou o presidente do Detran-GO, Marcos Roberto Silva.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.