“Desonesto intelectualmente”, diz Mandetta sobre Paulo Guedes

Para o ex-ministro da Saúde, Guedes foi um dos “influenciadores” do negacionismo do presidente

Luiz Henrique Mandetta e Paulo Guedes | Foto: Wilson Dias/Agência Brasil

Durante as mais de seis horas de oitiva com Luiz Henrique Mandetta, o ex-ministro da Saúde rebateu falas de Guedes de que o governo federal teria liberado R$5 bilhões para combater a pandemia logo nas primeiras semanas em que os casos de Covid-19 foram confirmados no Brasil, em março de 2020.

“Guedes disse que a Saúde saiu com R$5 bi e não comprou vacina […] eu acho que muita gente acha que a vida se pauta por likes, enquanto o vírus e a doença estão no mundo real […] esse ministro não soube nem olhar o calendário [de vacinação] para falar ‘puxa, enquanto ele estava lá, nem vacina sendo comercializada no mundo havia. Só posso lamentar”, falou.

Mandetta ainda chamou o ministro da Economia de “desonesto intelectualmente”. “Um homem muito pequeno para estar onde está”, disse o médico. Na opinião do ex-ministro, Guedes “não ajudou em nada”. “Pelo contrário, falava que já tinha mandado dinheiro e que se virem. Vamos tocar a economia. Talvez tenha sido uma das vozes que tenha influenciado o presidente”, disse.

Paulo Guedes deve ser convocado para prestar depoimento na CPI, após falas de Mandetta. A decisão foi o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e deve ter aprovação da Comissão nesta quarta-feira, 5.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.