Desligamento total do sinal analógico de TV em Goiás é adiado

Ato de encerramento da transmissão foi assinado nesta quarta-feira (31/5), mas desligamento completo será em 21 dias

O desligamento completo do sinal analógico de TV em Goiás, previsto para acontecer na próxima quinta-feira (31/5), foi adiado para o dia 21 de junho, estendendo o prazo para que a população possa se adaptar à nova tecnologia.

O ato de encerramento de transmissão do sinal antigo das emissoras de televisão foi assinado pelo governador Marconi Perillo (PSDB) e o ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab (PSD) na manhã desta quarta-feira (31) em cerimônia no Palácio Pedro Ludovico Teixeira, em Goiânia.

A partir da assinatura, o sinal analógico começa a ser gradualmente desligado, sendo totalmente suspenso no dia 21. O desligamento total foi executado pioneiramente em Rio Verde, depois São Paulo, Brasília e agora chega a Goiânia e outros 28 municípios de Goiás.

O prazo foi prorrogado porque não foi atingida a marca de 90% de digitalização na região, que é necessária para o término da transmissão do sinal analógico. De acordo com pesquisa Ibope, 88% dos domicílios estão aptos a receber o sinal digital. Uma nova pesquisa deve ser realizada no dia 14 de junho para identificar o nível de digitalização da região.

O representante da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), presente no evento, o conselheiro Leonardo Euler de Morais, destacou que Goiás é pioneiro na transição visto que a primeira cidade a receber o sinal digital foi Rio Verde, em março de 2016. O ministro Kassab, por sua vez, ressaltou que o desligamento do sinal analógico permite a expansão do sinal de internet móvel 4G.

Além de capital, os municípios de Goiás que terão o sinal analógico desligado são: Abadia de Goiás; Abadiânia; Alexânia; Anápolis; Aparecida de Goiânia; Aragoiânia; Bela Vista de Goiás; Bonfinópolis; Brazabrante, Caldazinha; Campo Limpo de Goiás; Caturaí; Goianápolis; Goianira; Guapó; Hidrolândia; Inhumas; Itauçu; Leopoldo de Bulhões; Nerópolis; Nova Veneza; Ouro Verde de Goiás; Pirenópolis; Santa Bárbara de Goiás; Santo Antônio de Goiás; Senador Canedo; Teresópolis de Goiás e Trindade.

Segundo a Seja Digital, entidade responsável pela transição da TV aberta analógica para a fase digital, já foram distribuídos na região 338,9 mil kits de conversor e antena para beneficiários do Bolsa Família e do Cadastro Único de programas do governo federal. O kit permite o acesso ao sinal digital mesmo nos televisores mais antigos depois do desligamento.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.