Designer cria camiseta da seleção para quem é de esquerda torcer na Copa

Vermelha e com o simbolo do comunismo, peça pode começar a ser vendida a qualquer momento

Imagem: Reprodução

Em um cenário político e social delicado, a designer mineira Luisa dos Anjos Cardoso foi irreverente e criou um uniforme da seleção brasileira para quem não quer ser confundido com manifestantes que vestem verde e amarelo.

Vermelho, com o brasão da “CBD” à esquerda e o símbolo da foice comunista na lateral, o protótipo foi criado após a prisão do ex-presidente Lula. Surgido com a brincadeira de uma amiga de Luísa que queria torcer na Copa, mas sem parecer com os manifestantes pró-impeachment, o projeto saiu da roda de conversa virtual e promete ganhar às ruas.

Em entrevista ao blog Na Vitrine do site Uol, a criativa que tem um escritório em Uberlândia, disse que a peça será realmente vendida e “que sua intenção com a venda da peça – R$ 40,00 com o nome nas costas e R$ 45,00 sem o nome – não é ter lucro. Tanto que a minha margem de lucro é muito baixa, e a qualidade do material é maior”.

Por ser um posicionamento melindroso, ela já recebeu milhares de mensagens contrárias e a favor, mas, de acordo com as suas próprias publicações e do ponto de vista mercadológico, o lançamento converte de maneira muito mais positiva do que negativa.

Imagem: Reprodução/Facebook

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.