Desemprego tem primeira queda desde dezembro de 2014 e chega a 13%

Dados divulgados pelo IBGE mostra uma leve queda, de 0,7%, em relação ao verificado no primeiro trimestre do ano

Foto: Pedro Ventura/Agência Brasília.

A taxa de desemprego sofreu a primeira queda desde dezembro de 2014, segundo pesquisa divulgada nesta sexta-feira (28/7) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Foi registrado no segundo trimestre de 2017 uma taxa de 13%, uma leve queda em relação ao índice de 13,7% verificado no primeiro trimestre deste ano.

De acordo com o levantamento, o total da população desocupada, ou seja, desempregados em busca de oportunidade, é de 13,5 milhões de pessoas, queda de 4,9%.

Porém, na comparação com o cenário de um atrás, os dados continuam mais altos. A taxa de desemprego registrou alta de 1,7% em relação ao segundo trimestre de 2016. Neste intervalo de um ano, o número total de desempregados registrou alta de 16,4%.

Segundo o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azeredo, a queda no número de desocupados doi pelo lado da informalidade. “A ocupação cresceu, mas pelo lado da informalidade, ou seja, há mais pessoas sem carteira e por conta própria, que não têm garantias trabalhistas”, contou.

O levantamento do IBGE também mostra que o os grupos nos quais o emprego mais cresceu foram indústria alimentícia e fundamentada em postos informais, e transportes.

Deixe um comentário