Desembargador determina desbloqueio do WhatsApp e aplicativo volta a funcionar aos poucos

Aplicativo que ficaria 48 horas inativo no Brasil voltou a operar no início da tarde desta quinta-feira

O desembargador Xavier de Souza, da 11ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP), determinou o restabelecimento do WhatsApp. Ordem judicial cumprida na noite da última quarta-feira (16/12) determinou o bloqueio do aplicativo por 48 horas a todos os usuários do Brasil.

O TJSP informou na manhã desta quinta-feira (17) que seriam expedidos ofícios às operadoras de telefonia móvel com a determinação para restabelecer o serviço.

No início da tarde, vários usuários já detectavam o retorno do aplicativo e de todas suas funções. Outros, entretanto, ainda mostravam dificuldade em acessar o WhatsApp.

Na decisão, o desembargador Xavier de Souza avaliou que a “inércia” da empresa em fornecer informações à Justiça não justifica o prejuízo aos milhões de usuários que necessitam do WhatsApp.

“É possível, sempre respeitada a convicção da autoridade apontada como coatora, a elevação do valor da multa a patamar suficiente para inibir eventual resistência da impetrante”, acrescentou o magistrado.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.