Empresas de economia mista, Agehab, GoiasTelecom, Iquego e Metrobus serão beneficiadas caso projeto seja aprovado na Alego

Empresas passam por dificuldades financeiras causadas pela Covid-19 | Foto: Ruber Couto

Na próxima semana a Assembleia Legislativa terá votações de projeto em todos os dias da semana. Entre esses projetos que devem ser apreciados até a próxima sexta-feira, 18, quando começa o recesso legislativo, está o de socorro estadual a empresas de economia mista que passam por dificuldades financeiras em decorrência da Covid-19.

Caso aprovado, as empresas beneficiadas pelo socorro estadual serão a Agência Goiana de Habitação (Agehab), Goiás Telecomunicações (GoiásTelecom), Indústria Química do Estado de Goiás (Iquego) e Metrobus.

O valor a ser concedido pelo Governo de Goiás será previsto na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021. Caso aprovado, o socorro será destinado a cobertura de déficits de manutenção das estatais. O pagamento será feita de maneira mensal, mediante a apresentação mensal de gastos à Secretaria de Estado da Economia, Secretaria de Estado da Administração e secretaria de estado jurisdicionante da estatal.

Entretanto, o socorro pode ser parcialmente ou integralmente suspenso caso as empresas passem a ter faturamento que lhes permitam arcar com o pagamento de pessoal e de custeio.