Deputados vão apresentar emenda para manter o quinquênio na PEC da Previdência

Enquanto isso, nos bastidores, base e sindicalistas tentam chegar a um meio termo

Deputados estaduais organizam apresentação de uma emenda para manter o quinquênio na Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da reforma da Previdência. A proposta deve ser assinada por 14 parlamentares, sendo cinco da base.

São eles: Virmondes Cruvinel (Cidadania), Major Araújo (PSL), Humberto Teófilo (PSL), Karlos Cabral (PDT), Delegado Eduardo Prado (PV), Henrique Arantes (MDB), Lêda Borges (PSDB), Talles Barreto (PSDB), Hélio de Sousa (PSDB), Lucas Calil (PSD), Gustavo Sebba (PSDB), Adriana Accorsi (PT), Alysson Lima (Republicanos) e Cláudio Meirelles (PTC).

Enquanto isso, nos bastidores, o líder do Governo, Bruno Peixoto (MDB), tenta chegar a um acordo com a presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Estado de Goiás (Sintego), Bia de Lima, que pressiona o Legislativo em defesa dessa pauta.

O presidente da Goiás Previdência, Gilvan Cândido, disse que considera legítima essa discussão. Ele também avalia o quinquênio como incremento no salário e frisa que os servidores federais já não têm essa regra há 20 anos.

“Nós já apresentando a proposta para modernizar o sistema. O quinquênio está garantido para todos aqueles que já conquistaram durante esses anos”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.