Deputados encerram discussão e plenário inicia votação da denúncia contra Temer

Relatório da CCJ contra o prosseguimento da denúncia da PGR será submetido à votação nominal em plenário

Discussão do parecer da CCJ na Câmara dos Deputados | Foto: Antonio Augusto / Câmara dos Deputados

O plenário da Câmara dos Deputados atingiu o quórum necessário e os parlamentares aprovaram em votação nominal no início da tarde desta quarta-feira (2/8), o fim da discussão e o início da votação da denúncia contra o presidente Michel Temer. Foram 292 votos pelo fim da etapa de discussão, 20 deputados votaram não e 2 se abstiveram.

Encerrada a discussão, tem início o processo de votação do parecer. Para encaminhar a votação, dois oradores contrários e dois favoráveis ao parecer de Abi-Ackel poderão falar por até 5 minutos cada. Os líderes partidários poderão falar por um minuto para orientar o voto das bancadas.

Só então o mérito do parecer da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) será submetido à votação nominal. Cada deputado deverá responder “sim”, “não” ou se abster, conforme aprove ou rejeite o voto do parecer. Os parlamentares serão chamados conforme seus estados por ordem alfabética. A chamada será alternada entre estados das regiões Norte e Sul.

Depois que forem alcançados 342 votos, a Presidência da Câmara poderá proclamar o resultado. Para derrubar a denúncia, basta que a base aliada tenha a maioria dos votos dentre o mínimo de 342 votantes. Já para aprová-la, a oposição precisa do mínimo de 342 votos favoráveis.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.