Deputados do PSB vão ao STF contra decisão de Lira em poupar Braga Netto

Presidente da Câmara suspendeu a convocação do ministro da Defesa em justificar gastos com churrasco e bebidas das Forças Aéreas

Deputado Elias Vaz (PSB) | Foto: Câmara dos Deputados

Os deputados do PSB Elias Vaz (GO), Bira do Pindaré (MA), Camilo Capiberibe (AP) e Gervásio Maia (PB) protocolaram um pedido de liminar no STF contra a decisão de Arthur Lira, presidente da Câmara, que anulou a convocação do ministro da Defesa, Braga Netto, para dar explicações sobre gastos das Forças Armadas com carnes e bebidas alcóolicas.

O ministro falaria na Comissão de Fiscalização e Controle à pedido do parlamentar goiano Elias Vaz, que teve requerimento protocolado pelo presidente da comissão, Áureo Ribeiro (SDD-RJ). A convocação havia sido aprovada no dia 31 de março e no documento ainda constava o nome de Azevedo e Silva, ministro à época. O parlamentar solicitou que fosse mantida a convocação por quem assumisse o cargo de ministro da Defesa.

Na convocação, Braga Netto explicaria a compra de picanha, cerveja, uísque, bacalhau, filé e salmão para as Forças Armadas, com indícios de superfaturamento. “A base do governo cochilou e agora Lira usa argumentos que não se sustentam juridicamente para justificar a anulação e proteger o ministro. Isso é inadmissível”, protestou Elias Vaz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.